Submissão – 4 níveis que fará de você um líder completo

niveis de submissão

Quando falamos em submissão logo aparece um paradigma em nossas mentes nos dizendo que é algo que nos colocará um cabresto, algo que é obrigatório e que você sendo submisso será um ‘pau mandado”. Antes de iniciar este estudo, peça a Deus direção e discernimento para que você possa colocar em pratica o máximo possível do trataremos aqui e que todo paradigma relacionado a submissão venha ser quebrado.

Primeiro nível de submissão

Obediência completa

O que você pensa por obediência completa? Com certeza um nível de obediência tamanha que não pode ser negada ou que deve ser cumprida com o máximo rigor e prontidão. Agora imagina que você conhecesse Jesus a poucos dias e Ele mandasse  você orar por um enfermo; imaginou? Então você certamente acharia um grande desafio vindo de ninguém mais que o filho do Deus vivo e certamente com muito temor e tremor você oraria por aquela pessoa. Agora imagina se você estivesse na pele de Pedro que a poucos dias tinha escolhido andar com Jesus e de repente Jesus manda Pedro pescar um peixe que da boca dele teria um dinheiro. Seria loucura e posso imaginar que Pedro mesmo duvidando e pensando no quanto aquilo seria impossível ele não murmurou, ele vai por obediência e Jesus testa a obediência de Pedro naquela ora. “… vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-o por mim e por ti.” (Mateus 17:27)

Se o seu líder te pede algo, mesmo que aquilo não te agrade ou possa ser totalmente improvável de dar certo aos seus olhos, faça por obediência e Deus irá te honrar! Lembre-se que às vezes o líder também erra, pois ele também pode estar em processo de aprendizado e Deus pode estar o provando em dada área de sua vida.

Lembro-me de uma vez em 2007 em um encontro que a liderança pediu a todos que fizessem um “voto” de silêncio e eu achava aquilo a maior besteira do mundo. Mas eu queria receber muito de Deus e estava muito decidido quanto a isso. Fiz o tal voto de silêncio mesmo contrariado e a orientação dada era para que ao invés de você ficar conversando um com o outro, você orasse e ficasse em oração naquele período de silêncio para que você pudesse buscar intimidade com Deus. Ao final do encontro pude sentir o quanto Deus havia falado comigo e o quanto eu me sentia bem e cheio da unção.

Então, mesmo que você não queira ou não concorde com o que seu líder ou pastor te diga. Faça! Deus vai te honrar.

Segundo nível de submissão

Boas atitudes

 “Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo;” (Filipenses 2:14-15). Pare de murmurar e fica reclamando de tudo que é dito em sua igreja ou em sua casa para você fazer. O povo de Israel peregrinou por 40 anos no deserto por causa de suas murmurações. De doze homens enviados por Moisés à Canaã, dez murmuraram e contaminaram o restante do povo. A murmuração gera dúvidas, contendas e separações. Depois dos 40 anos peregrinando no deserto, apenas 2 dos 12 homens conseguiram entrar na terra prometida. Exatamente os dois que não murmuraram.

Quando você relama isso desanima as pessoas à sua volta além de você mesmo e isso não traz nenhum benefício. Conheço várias igrejas que foram quase extintas por fofoca, falação e murmuração de pessoas cheias de espíritos imundos. Seja um cristão beija flor que procura as mais belas flores e jardins e não como um crente urubu que só procura carniça e destruição.

Se você só anda com quem é parecido com você isso é egoísmo. Você e eu somos cheios de falhas e de espinhos na carne assim como também temos muito a oferecer de bênçãos e de sabedoria para outras pessoas. Se você não procurar se relacionar com pessoas diferentes que podem preencher sua vida com coisas boas, como você poderá crescer como pessoa e até mesmo espiritualmente? Não há como meus queridos.

Não espere que o outro seja como você, conviva com os diferentes sem falar mal delas, pois isso gera comunhão e fortalece qualquer relacionamento.

Defenda seus líderes, seja luz no meio da escuridão e faça a diferença. Não adianta você e eu sairmos da igreja e ficar murmurando sobre a vida do fulano ou de sicrano. Quando tiver algum problema com um irmão ou enxergar que ele está fazendo algo errado. Chegue até ele com amor e tente o ajudar. Isso é se relacionar de maneira correta, você não precisa expor algo que talvez só você tenha visto para outras pessoas e gerando nelas o mesmo olhar que o seu.

Terceiro nível de submissão

Transparência total

Contribua com a obra do Senhor de forma transparente e dê sua opinião sincera e com amor. Não adianta falar a coisa certa da forma errada. Peça orientação do Espírito Santo em oração para que suas atitudes não sejam tomadas na carnalidade.

Tenha a liberdade de discordar de seu líder, desde que ele saiba para não agir de forma falsa e traiçoeira. Não adianta você ficar dizendo aleluia, amém e glória a Deus na frente dele e pelas costas ficar falando mal. Isso é traição e pura falsidade, não há nada melhor para um verdadeiro líder do que receber um feedback de suas ovelhas. “Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.” (Tiago 3:14)

Quarto nível de submissão
Fidelidade

Há diferenças entre fidelidade e lealdade? Entenda mais sobre Lealdade e fidelidade

É possível que alguém consiga cumprir os três primeiros níveis e não cumpram o último. Vou te explicar no exemplo a seguir.

Um pastor marca uma reunião com dois irmãos todos os dias durante duas semanas. Os dois irmãos moram a vários quilômetros da igreja e a princípio os dois concordam e vão por 5 dias dando glória e aleluia sem nenhuma murmuração, no sexto dia um deles chega no pastor e fala de sua dificuldade por causa da distância e dos 3 ônibus que tem que pegar depois do trabalho para chegar a igreja e deixar mulher e filhos em casa. E o pastor o entende e diz para que se possível ele pegue ao menos um dia sim e outro não. O irmão então mesmo que descontente diz que assim ficou melhor e saindo pela porta ele encontra com o outro irmão e fala tudo que acabou de conversar com o pastor. Ele foi obediente, teve boas atitudes, teve transparência mas não cumpriu o quarto nível que é a fidelidade.

Fidelidade é você pensar de maneira diferente de seu líder e ninguém mais saber disso, exceto seu líder e você mesmo.

O discípulo leal não expõe seu líder em hipótese alguma. O discípulo leal defende seu discipulador até quando ele não está presente. “De sorte que, meus amados, assim como sempre obedecestes, não só na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência, assim também operai a vossa salvação com temor e tremor” (Filipenses 2:12)

Deus tem o melhor para sua vida e a sua obediência fará com que portas de bênçãos se abram escancaradamente para você. “Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil”. (Hebreus 13:17).

Print Friendly, PDF & Email

Comentários

comentários