David Yonggi Cho é condenado

David-Yonggi-ChoO pastor David Yonggi Cho de 78 anos, fundador da Igreja do Evangelho Pleno de Yoido em Seul, foi condenado a três anos de prisão na Coreia do Sul.

A Maior congregação pentecostal do mundo, ligada a Associação Mundial das Assembleias de Deus, já ultrapassa 1 milhão de membros. Desde o ano passado, o pastor emérito vem enfrentando acusações de um suposto esquema de fraude milionário juntamente com seu filho.

Semana passada, o pastor foi condenado por um tribunal de Seul a três anos de cadeia. Ele comprovadamente fazia parte de um esquema em que ele usou dinheiro da igreja para comprar ações de seu filho, Cho Hee-jun. O valor pago era mais de três vezes o preço de mercado, totalizando um desvio de mais de 12 milhões de dólares [R$ 28 mi] em fundos da igreja. Hee-jun, 49, também foi condenado a três anos de prisão.

O Tribunal Distrital Central de Seul, que emitiu a sentença, ordenou que Cho devolvesse a quantia de 4,7 milhões de dólares. Hee-jun foi preso imediatamente, enquanto o pastor conseguiu ter sua pena suspensa por cinco anos por causa da idade.

Os administradores da igreja advertiram o pastor David Cho contra a aquisição das ações a um preço inflacionado, mas o pastor disse que precisava “ajudar o filho”. Ao mesmo tempo, Cho também foi condenado pela evasão de 3,2 milhões de dólares em impostos, noticiou o Christianity Today.

REBATENDO A MÍDIA

Bob RodgersRecentemente em uma coluna do Charisma News, Bob Rodgers que é pastor do Centro Mundial de Oração do Evangelho, amigo pessoal de David Yonggi Cho, revela detalhes da audiência que não foi publicado pela mídia.

“Devido à inclinação de alguns dos relatos da mídia, é importante certos detalhes da situação ser conhecida. Não só eu estava presente em Seul durante a maior parte do julgamento, mas também havia a informação divulgada durante as reuniões a portas fechadas que ainda não foi tornado público.” diz Rodgers

“Cho tem três filhos. O segundo e terceiro filhos são muito produtivos e trabalham nos ministérios ligados à Igreja. Seu filho mais velho no entanto, é um problema. Ele foi casado quatro vezes e foi envolvido em escândalos sexuais com personalidades nacionais. Além disso, ele já cumpriu pena de prisão por fraudes de investimento e peculato. Sua vida escandalizou e foi uma vergonha para a sua família e para a igreja.” detalhou Bob sobre a vida de Hee-jun.

“Doze anos atrás, este filho propositadamente defraudou a igreja em mais de US $ 12 milhões (R$ 28 mi) em um esquema relacionado a estoque. Cho testemunhou que ele confiava em seus anciãos e filho e não se preocupava em ler as milhares de páginas de documentos que foram passados para ele assinar.” afirmou Rodgers.

O juiz disse: “O tribunal considerou que, apesar de Pastor Cho tenha a palavra final na igreja, ele nunca tomou a iniciativa de qualquer um dos crimes, incluindo a evasão fiscal, cometido por sugestão da empresa de contabilidade.”

“O tribunal também considerou a jornada de vida de Cho como um líder religioso e sua contribuição a longo prazo para o bem-estar social como circunstâncias atenuantes a seu favor. O tribunal decidiu que seu filho, Cho Hee-Jun, foi o instigador do crime relacionado com a compra das ações em que consta no processo.” concluiu Bob Rodgers sobre a audiência. Com informações de Charisma News e Christianity Today

Print Friendly, PDF & Email

Comentários

comentários

1 Comentário

  1. sem palavras, se ele é inocente é lamentável que tenha um filho dessa qualidade !!!!!!!!!!!!!!

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*