Cinquenta Tons de Cinza – Três razões para não assistir

cinquenta tons de cinzaQuando o livro Cinquenta Tons de Cinza foi publicado há três anos, os críticos descreveram como maçante e mal escrito, deprimente e uma piada triste. No entanto, ele vendeu 100 milhões de cópias.

As mulheres eram fascinadas pelo conto sombrio de uma estudante universitária de 21 anos de idade, Ana Steele, que se apaixona por um jovem bilionário e bonito, mas misterioso chamado Christian Grey que ela o conheceu após o entrevistar para um jornal.

Christian espera suas namoradas para submete-las totalmente a seus gostos sexuais que envolvem chicotes, correntes, algemas e gravatas cinza.

Este não é apenas um filme pornô. Este é um filme sobre uma dominante escravidão pornográfica. E está chegando a um cinema perto de você.

A versão para o cinema do livro chegará aos cinemas em 13 de fevereiro, e os Cinquenta Tons de Cinza já está quebrando recordes de vendas antecipadas de ingressos. Presumivelmente, os fãs do livro estarão no Cinema para assistir ao abuso de Christian a Ana em seu quarto, que ela chama de Red Room of Pain (quarto vermelho da dor).

Os críticos esperavam que o filme ia ser classificado para maiores de 18 anos. (Afinal, o ator que interpreta Christian, Jamie Dornan, visitou uma prisão sexual para se preparar para o papel.) Mas a Associação de Filmes da America anunciou na semana passada que Cinquenta Tons de Cinza será apresentado para maiores de 16 anos.

Afinal de contas essa é a idade em que os hormônios estão a flor da pele não é mesmo. E a indústria cinematográfica sabendo disso e pensando no bolso deles em detrimento da “pureza sexual” e dos bons costumes resolveram liberar geral e que se danem as famílias que serão destruídas no futuro por fruto desse lixo cinematográfico.

Como Cinquenta Tons de Cinzas foi avaliado?

Ele foi avaliado da seguinte maneira meus irmãos.

  • As cenas de sexo foram editadas com cuidado, “muito cuidado”
  • Os adolescentes podem vê-lo legalmente, “o filme é tranquilo, tranquilo”
  • O filme provavelmente vai fazer uma tonelada de dinheiro. “isso que importa”

Infelizmente esse é o cenário mundial na atualidade onde o pudor e a decência já não importam mais, afinal de contas vai gerar milhões de dólares e fazer com que muitos jovens tenham suas vidas transformadas.

Nós  brasileiros ficamos chocados com a robalheira da Petrobras, mensalão atrás de mensalão, copa do mundo sendo colocada a frente da educação e saúde, “presidAnta” que não sabe nem o que fala e ainda por cima aplaudimos quando Hollywood descarrega um monte de estrume em nossas casas como Cinquenta Tons de Cinza. Não vou sair gritando na rua ou fazendo piquetes na porta dos cinemas por mais que esse seria o momento ideal para esse tipo de atitude, peço no entanto, que as pessoas pensem bem antes de gastar seus últimos suspiros de decência no vaso sanitário com esse esgoto cinematográfico.

Três razões para não assistir Cinquenta Tons de Cinzas:

cinquenta tons de cinza1. Incentiva desvio sexual. No livro, Christian convida Ana para se tornar sua parceira sexual, mas ele pede para ela assinar um documento que diz o que ele pretende fazer com ela, e ele exige que ela não conte a ninguém sobre isso. O contrato diz: “A Submissa aceitará chicotadas, flagelações, palmadas, surras ou qualquer outra disciplina, o Dominante deve decidir administrar, sem hesitação, consulta ou reclamação.” Ana descobre que Christian teve relacionamentos como este com 15 outras mulheres e, no entanto, ela concorda com o sexo doloroso e gosta do que faz. Veja a maneira correta de submissão ensinada na bíblia

Poderia ter havido algum valor respeitoso neste filme se Ana chamasse a polícia ou corresse para longe de Christian por se recusar a aceitar suas torturas, porque ela respeitava a si mesma. Mas não, ela se submete ao abuso, dizendo para as mulheres em todos os lugares que há prazer na dor. O filme também diz às mulheres que não há problema em ser uma escrava sexual sem sentido, especialmente se seu namorado é rico, bonito e tem o seu próprio helicóptero.

Temos que compreender que o nosso corpo é templo do Espírito Santo e deve ser cuidado com zelo, carinho e amor.

2. Ele glorifica a violência contra as mulheres. No ano passado, um pesquisador da Universidade de Michigan fez um estudo sobre os efeitos do Cinquenta Tons de Cinza sobre suas leitoras. Ele mostrou que as mulheres que leram os livros (na verdade é uma trilogia) ficaram

  • 25% Ficaram mais propensas a terem um parceiro que as abusasse;
  • 34% Ficaram mais propensas a ter um parceiro que lhes perseguissem;
  • 65% Ficaram mais propensas a se envolver em bebedeiras e drogas.

Assim como há uma ligação entre videogames violentos e comportamento violento em adolescentes, este estudo mostrou que as mulheres que lêem romances pornográficos tendem a gravitar em torno dos tipos de relacionamentos abusivos descritos em livros como Cinquenta Tons de Cinza. O estudo também mostrou que essas mulheres ficaram mais propensas a ter distúrbios alimentares. (Curiosamente, o personagem masculino dominante no Cinquenta Tons de Cinza controla cuidadosamente os hábitos alimentares de sua namorada.)

3. Ele perverte totalmente o significado do amor. Em uma cena no livro, Christian compra para Ana uma pulseira de platina e diamante para que ela possa cobrir as contusões em seus pulsos que ela obteve depois de ser amarrada à cama de seu namorado. A mensagem do amante de Ana: Eu vou te machucar, mas vou te comprar presentes agradáveis ​​para que você fique comigo. Essa realidade é distorcida e pode sim fazer com que namorados mudem seu comportamento com suas namoradas. Já não basta as milhares de mulheres que são espancadas e maltratadas todos os dias no Brasil e no mundo, tem que alguém “filho do cão” mostrar pra todo mundo como isso acontece como se fosse um tutorial à perversão e a dominação sexual pela força bruta. E você vai querer que seu namorado veja esse filme?

Um dos momentos mais bizarros do livro ocorre após Ana deixar Christian e depois voltar para ele. Ela diz: “A dor física que me causava não foi tão ruim quanto a dor de perder você.” Qualquer psicólogo irá dizer-lhe que é a mentalidade de uma vítima de abuso, que é uma lavagem cerebral para acreditar que a atenção que ela recebe de seu agressor é melhor do que qualquer outra atenção.

Tenho certeza que este seria um ótimo artigo para o blog do Danizudo – Knowledge is Power que consegue mostrar muito bem o que existe por traz de tudo que tentam nos empurrar goela a baixo ou do que é muito prazeroso aos nossos olhos. Neste caso não precisaria por que está tudo muito explicito e só não enxerga quem verdadeiramente quer viver uma vida na escravidão sexual que o filme irá impor.

O verdadeiro amor não é passado com dor, dominação ou controle, mas Hollywood tem o prazer de servir esgotos como este se as pessoas estão dispostas a pagar por isso. Por favor, protejam as mulheres. Por favor, defendam a decência. Por favor, não assistam este filme.

Você é muito melhor que toda essa podridão que o mundo tem servido, Deus conhece seu coração e sabe do que você precisa para preencher ele. Se você tem sentido um vazio em seu coração e não sabe como o preencher, Deus está te estendendo a mão neste momento para te livrar de todo sofrimento e vazio que tem vivido. Que Deus te abençoe.

Deixe seu comentário a baixo.

Print Friendly

Comentários

comentários

1 Comentário

  1. Eu vim ler este artigo para ter uma visão do que é cinquenta tons,e sim eu li a trilogia e o Grey.Mas acho que vc pegou muito pesado.Pois quando ele bate nela ele não bate de um jeito doloroso mas também não sei se é prazeroso, mas penso que não pode doer.
    Sobre as mulheres que mudaram de idéia depois que leu o livro é pq teve a mente fraca, pq a história não é real na verdade nunca poderia existir uma desse tipo,pode existir pessoas dominadoras?Sim mas não de acontecer essa história até pq um dominador não tem amor pelas suas submissas.Isso é relatado no livro. Como Cristian nunca se apaixonou pelas suas submissas até Anastácia chegar.E ele tem amor por ela,o amor não é de mostrado errado no livro,se vc ler Grey vai que ele se apaixona por ela mas tenta não demostrar que gosta dela.Última coisa,nem o filme nem o livro fala que se vc tem um namorado rico,bonito e tem um helicóptero,vc deve ser uma submissa. Essa é minha idéia.
    Eu li os livros mas nada em minha cabeça mudou tenho certeza que ser submisso não é isso sim é relatado também no livro pelos pensamentos de Anastácia da pra perceber que é chateante.O livro é tão interessante que até o senhor leu pra matar a curiosidade de saber e deve ter assistido também o filme.Outra na hora que ela diz que a dor física não doeu tanto quanto a dor de lhe abandonar,o que posso dizer?ela está apaixonada por ele e sim ele bateu nela mas ela percebeu que ele não voltaria bater nela.
    Observação:A parte que eu acabei de menciona é do cinquenta tons mais escuro isso quer dizer que o senhor leu o segundo também,suponho que deve ter lido o cinquenta tons de liberdade e Grey.
    Boa Noite.

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*